Novo acordo entre Mercosul e UE

Entenda melhor o novo acordo de livre comércio entre os blocos econômicos Mercosul e UE, e sua importância para a economia brasileira.

Após 20 anos de negociação, os blocos econômicos Mercosul e União Europeia anunciaram o acordo de livre comércio, um verdadeiro marco histórico, considerado pelo governo brasileiro o acordo mais amplo e de maior complexidade já negociado. 

O acordo trata de tarifas e regulamentações, e busca facilitar o comércio e as trocas entre os dois blocos. Mais de 90% das exportações do Mercosul terão as tarifas de importação zeradas nos próximos dez anos. O restante terá acesso preferencial por meio de cotas exclusivas.


De acordo com o Ministério da Economia, o acordo representará um incremento de R$ 336 bilhões ao PIB brasileiro em 15 anos. O governo brasileiro estima também que as exportações brasileiras para a União Europeia aumentem em cerca de R$ 384 bilhões até 2035.


De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o acordo deve aumentar a competitividade para alguns setores da indústria, como têxtil, químico, madeireiro, aeronáutico e de autopeças.

Dentre os benefícios deste acordo, podemos destacar: 

- Na indústria, as tarifas do Mercosul vão ser eliminadas progressivamente para veículos (35%), autopeças (14% a 18%), equipamentos industriais (14% a 20%), produtos químicos (até 18%), roupas (até 35%) e produtos farmacêuticos (até 14%);

- Nos produtos alimentícios, as taxas do Mercosul sobre vinhos (27%), chocolate (20%), licores (de 20% a 35%), peixes enlatados (55%), bebidas gaseificadas (20% a 35%) e azeitonas serão eliminadas;

- UE abre seu mercado aos produtos agrícolas sul-americanos – sua maior concessão – através das cotas: 99 mil toneladas de carne bovina ao ano com uma taxa preferencial (7,5%), além de uma cota adicional de 180 mil toneladas para o açúcar e outra de 100 mil toneladas para carne de aves;

- Salvaguarda em produtos agropecuários.


O Mercosul (Mercado Comum do Sul) é um bloco econômico que prevê a integração e a livre circulação de bens e serviços entre os países Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.


A União Europeia é um bloco econômico que estabelece uma parceria econômica e política entre os países europeus. É constituído por 28 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos (Holanda), Polônia, Portugal, Reino Unido, República, Romênia e Suécia.

 

Fonte: UOL Economia / Exame